Saúde Mental em tempos de incerteza

Terapia Online

Como fica nossa saúde mental em tempos de incerteza? 

Saúde mental tem a ver com a forma como reagimos às exigências da vida e como equilibramos desejos, sentimentos e emoções em situações difíceis, como essa que vivemos. 

Estamos no meio da pandemia do Coronavírus e, para frear a disseminação, em isolamento social.

Um momento de suspensão da rotina, do comércio, da livre circulação, dos encontros com pessoas queridas. Não sabemos até quando isso vai durar, mas sim sabemos, a oportunidade que temos de algo transformar. 

Liberdade em tempos de pandemia

Liberdade tem a  ver com direitos e deveres, mas sobretudo, com responsabilidade. Somos responsáveis pelas nossas escolhas. Não tem como falar em liberdade, sem considerar o outro. 

Nesse momento, a contaminação — que acontece com o contato físico — é real e precisa ser evitada. Mais do que nunca, temos a dimensão do efeito das nossas escolhas sobre o outro e da responsabilidade que temos por elas.

Compreender isso, aceitar os limites e respeitá-los é indício de saúde mental. O mais difícil, talvez, seja lidar com toda essa mudança, com equilíbrio. Isso significa enfrentar nossos medos, angústias, ansiedade, tristezas e frustrações, sem pirar!

Relacionamentos em tempos de proximidade e distanciamento

Nesse momento, estamos sós ou muito próximos de pessoas queridas — familiares, companheiros(as) — que, confinados, precisam conviver 24 horas.

Muitos conflitos podem surgir por causa desse súbito estreitamento de contato. Para amenizá-los, é importante criar seus próprios espaços em casa e ter um pouco de privacidade. Se estiver só, o contato virtual ajuda a suavizar a solidão.

Da mesma forma, nos distanciamos de pessoas próximas, que faziam parte da nossa rotina. É preciso cuidar disso também. Cultivar essas relações, saber como estão seus amigos, colegas de trabalho, conversar sobre seus sentimentos, ouvir o outro.

Falar sobre o que te toca em relação ao momento que passamos, é cuidar da sua saúde mental. Assim como, ouvir atentamente os outros, é cuidar da deles.

Convite para o autoconhecimento

Na nossa antiga rotina, com tantos afazeres e compromissos, não sobrava tempo para cuidar de si. Agora, tudo isso desapareceu e temos tempo de sobra para escolher o que fazer — não todos, mas os que podem ficar em casa.

É uma oportunidade de autoconhecimento. O que fazer com tanto tempo livre? Existem vários cursos e atividades disponíveis gratuitamente na internet para fazer na quarentena. Qual você vai escolher? Veja, não se trata de uma simples escolha, mas de um olhar para si, entender o que te move.

Distanciamento físico x Isolamento Social

Temos que lidar com a gente mesmo, uma vez que somos privados do contato social.

A gente fala tanto de isolamento, realmente necessário agora, mas não paramos para pensar que o isolamento social sempre existiu. A nossa sociedade se configurou de uma forma, que, mesmo próximos fisicamente, quando vivíamos uma rotina “normal”, já estávamos em isolamento social.

Convivemos diariamente com pessoas passando fome, frio, e seguimos nossas vidas, com os olhos fechados para isso. Mesmo que tenham pessoas que se importam e que fazem pelo outro, infelizmente não são a maioria. Senão, não estaríamos sobrevivendo e vivendo como se a desigualdade social, a fome e a violência não existissem.

O distanciamento físico, necessário nesse momento de pandemia, pode ser uma oportunidade para olharmos para esse isolamento social, que sempre existiu. Uma oportunidade de nos conectarmos realmente com a gente mesmo, com o outro e repensar a maneira que nossa sociedade se estruturou.

Cuidar da sua saúde mental é cuidar de si. Quem se cuida, pode cuidar do outro. Quando nos cuidamos temos a chance de encontrar melhores formas de viver, menos agressivas com a gente mesmo e com a nossa casa, o planeta Terra.

Se precisar de ajuda psicológica para atravessar esses tempos de incerteza, entre em contato comigo.

Adriana Prosdocimi — psicóloga, psicanalista, ariana e aprendiz de escritora. Romântica incansável que gosta de ver a vida em todos os seus tons, do mais colorido ao negro absoluto.

Publicado por Adriana Prosdocimi Psicanalista

Psicóloga e psicanalista. Atua especialmente com consultas online — uma forma de atendimento que rompe as barreiras da distância, facilitando o acesso ao psicólogo, inclusive para os brasileiros que vivem no exterior.

2 comentários em “Saúde Mental em tempos de incerteza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: