A psicanálise é uma ciência?

O debate sobre o que é ciência e pseudociência tem seu valor em tempos onde conhecimentos científicos são questionados e banalizados.

Em pleno 2021 temos que discutir o obvio. A terra é plana? As vacinas são eficazes? Uma epidemia é só uma ‘gripezinha’? Muitas vezes somos taxados de arrogantes (já escutei muito isso) quando falamos não a partir de uma opinião, mas com algum respaldo cientifico.

Além disso, vivemos um tempo onde diversos tipos de “terapias alternativas” surgem com promessas de cura (caríssimas, muitas delas) sem muito embasamento, utilizando conceitos como “quântico” para aplicações que nada tem que ver com a física quântica, por exemplo.

Portanto, a discussão é válida.

O problema é que a psicanálise ao mesmo tempo que cumpre alguns critérios científicos, como estabelecer um saber capaz de alguma reprodução (método), o objeto da psicanálise  (sujeito? linguagem?) torna-se o pivô dessa discussão.

Por isso, é preciso aprofundar o debate, entendendo ou buscando elucidar o que é ciência e o que é psicanálise, para evitar a superficialidade e o descrédito por trás do ato de tentar taxá-la como uma pseudo ciência, desqualificando e subvalorizando os seus efeitos sobre a saúde mental. 

O que é ciência?

Para entender o que é ciência hoje, temos que voltar nos gregos, que propuseram reflexões e perguntas sobre o que é o conhecimento e como ele se opõe às opiniões. Introduziram o método da prova, da pergunta, promoveram discussões sobre origem e o objeto do conhecimento, o nascimento da lógica, da razão (logos). 

Com os gregos, a ciência é um tipo de conhecimento. Já com Descartes, a ciência depende de um método. No sec. XVIII, com Kant, a ciência só poderá trabalhar com objetos apresentáveis em forma de fenômenos pelo uso da razão, de forma critica, o que permite a sua separação da filosofia. 

A partir do século XIX a ciência se faz em instituições e produz uma comunidade cientifica. O saber cientifico se transforma com o tempo e com a experiência. 

O que é psicanálise?

A psicanálise é um método de tratamento das afecções mentais e também um método de investigação, que nos permite entender e abordar o nosso fazer, o justificando a partir de observações e experimentações empíricas. 

A psicanálise é também uma teoria que tenta dar forma para a prática desses dois métodos. A teoria respalda a prática e não precede a experiência — os conceitos e hipóteses construídos se modificam pela investigação psicanalítica e pela prática clínica. 

Freud, no texto “As pulsões e suas vicissitudes”, diz que a teoria deve se transformar na medida em que os efeitos da prática possam criticar os conceitos que ela mesmo produziu. Os conceitos vem da experiência. 

A psicanálise se aproxima de alguns princípios científicos, como se estabelecer como um saber capaz de alguma reprodução (método). Por outro lado, o objeto da psicanálise é difícil de abordar — de um lado a linguagem e o outro o sujeito. 

Ao enquadrá-la como pseudo ciência toda a aproximação da psicanálise com a ciência é desconsiderada — o fato de seu objeto de estudo ser complexo e subjetivo não impede a comprovação de sua eficácia.

Faz sentido pra você? Me conta nos comentários!

Referências:

FREUD, S. (1915). As pulsões e suas vicissitudes. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1996, vol. XIV

DUNKER, Christian. Psicanálise é ciência? Disponível em:  ​​https://www.youtube.com/watch?v=8D09T7i6RZ4

Publicado por Adriana Prosdocimi Psicanalista

Psicóloga e psicanalista. Atua especialmente com consultas online — uma forma de atendimento que rompe as barreiras da distância, facilitando o acesso ao psicólogo, inclusive para os brasileiros que vivem no exterior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: