Pensar positivo: a onda da solução ‘good vibes’ para todos os problemas

Em tempos da proliferação de coachs e da busca desenfreada pelo propósito da vida, a onda é acreditar que nós cocriamos a nossa realidade através do pensamento positivo. A primeira vez que ouvi essa palavra nesse contexto — cocriar — confesso que senti um arrepio na espinha, ‘não pode ser tão simples assim’, pensei.

Explico o ponto-chave da minha indignação. A velocidade proporcionada pela tecnologia, para fazer coisas, encontrar pessoas, se comunicar, faz com que a gente busque soluções rápidas para os nossos problemas. Aí surgem (ou multiplicam) os coaches, apresentando uma solução incrível!

Nada contra coaches que realmente contribuem, mas o meu questionamento é relacionado ao tratamento simplista de algo tão complexo como o ser humano, reduzindo a solução dos problemas ao pensamento positivo, pois os seus pensamentos criam (ou cocriam) a sua realidade!

Tem uma parte dessa afirmação que faz sentido, nós podemos criar a nossa realidade com nossos pensamentos, desde que eles se tornem ações. Quando focamos nosso pensamento em algo, ele tende a se materializar, pois direciona nossas escolhas e atitudes, que geram mudanças na nossa realidade.

Até aí tudo bem, mas pode ser que tenha algo além da consciência, como a psicanálise aposta, que também direciona os nossos pensamentos e as nossas ações, o inconsciente. É aí que o bicho pega. Será que estamos nesse total controle? Será que definimos tão bem o que queremos a ponto de conseguir mentalizar exatamente o que é, aquilo acontecer e gerar plena satisfação?

Penso que não. Por isso, essa ideia de que basta pensar positivo, mentalizar o que quer e assim conquistar a vida perfeita é simplista. Não temos esse total controle nem do que nos acomete interiormente e nem das circunstâncias que nos rodeiam.

Essa crença de que se você pensar positivo, good vibes only, será uma pessoa FODA, coisa e tal, prejudica muita gente. A maioria das pessoas começa a pensar que tem algum problema, pois não consegue se tornar um ser positivo da noite para o dia e ver sua vida desenrolar no flow.

Devemos cuidar dos nossos pensamentos, sem dúvida, mas a grande falácia dessa crença é que ela não dá espaço para os medos e dualidades presentes em todos os seres humanos. Não há como eliminar ou fugir da dor, suprimir a angústia por completo, fingir que essas coisas não existem. Ignorar a nossa complexidade é quase infantil. 

Por isso, é uma promessa que beira o impossível a de cocriar a sua realidade pensando positivo, ainda que isso se revele — inventamos a nossa realidade — mas sem tanto controle.

A vida é uma invenção

Passamos por experiências que deixam marcas, a maioria, inconscientes, principalmente quando provoca dor. Aquilo que fica encoberto, tende a sair. O que permanece inconsciente se manifesta nas repetições, nos atos falhos e nos deslizes que cometemos, que muitas vezes nos fazem questionar: porque não está dando certo? O que estou fazendo de errado?

Não temos como mudar o que passou, o que passamos, mas podemos reescrever a nossa história, mudando a maneira de contá-la, encarando-a por outra perspectiva. Para isso, precisamos reler capítulos da nossa vida e compreender trechos que ficaram obscuros. Isso cria a possibilidade de reais mudanças, de fazer pequenos ajustes na continuação da escrita do roteiro da sua história.

Um processo de análise não ignora o lado sombrio, doloroso e oculto de cada um de nós, mas joga luz sobre eles, iluminando a nossa capacidade de pensar e agir, direcionando as mudanças que queremos promover em nossas vidas.

Muito mais do que simplesmente pensar positivo, o que te dá ferramentas para criar a sua realidade, ou ao menos, parte dela, é a conquista de uma posição subjetiva que lhe permite fazer escolhas mais responsáveis e alinhadas com o seu desejo. Não tem como chegar a isso, sem encarar a sombra e a luz. GOOD VIBES, sim, mas NOT ONLY!

Publicado por Adriana Prosdocimi Psicanalista

Psicóloga e psicanalista. Atua especialmente com consultas online — uma forma de atendimento que rompe as barreiras da distância, facilitando o acesso ao psicólogo, inclusive para os brasileiros que vivem no exterior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: